Connect with us

VamosDecorar

Decoração Industrial, o que é? É bonito?

Decoração

Decoração Industrial, o que é? É bonito?

5/5 - (162 votes)

Se não conhece o estilo industrial contemporâneo, conhecerá neste post as suas principais características e um pouquinho de sua história. É um estilo em alta e pode ser que se identifique muito com ele.

Será?

O estilo industrial contemporâneo é ideal para quem adora o clima cosmopolita das grandes cidades, é fascinado pelo brilho de suas engenharias modernas e do ar requintado de algumas peças produzidas pelas tecnologias mais avançadas e precisas.

É também um estilo muito apreciado para os que gostam do conceito minimalista, grandes espaços preenchidos por formas sucintas, mas extremamente objetivas, alavancando clima de organização, amplitude, sobriedade, um estilo clean, arejado.

Essa tendência de decoração é uma ótima oportunidade de compor o novo com o antigo, já que muito de seus elementos decorativos lembram as grandes fábricas do início do século XX, mas como evidentemente não se encontramos vivendo nesse período, podemos aproveitar e inserir elementos próprios de nossa época, propiciando, dessa forma, a combinação singular e harmoniosa.

Mas afinal o que é estilo industrial contemporâneo?

O estilo industrial contemporâneo

É um estilo rústico, que como apontado parágrafo acima, evoca o ambiente fabril do início do século passado, ao usar elementos naturais na decoração dos espaços.

Esses elementos naturais são paredes de piso e tijolos de cimento, por exemplo. Esse conceito explora muito a exposição das formas cruas de matérias simples, deixando a cargo do acabamento equilibrar a rigidez das estruturas.

Outra característica do estilo industrial contemporâneo são os espaços amplos, com poucas divisórias para separar os cômodos, além de escadas onde se pode ter uma visão panorâmica de todo o ambiente inferior. Bem ao visual de uma fábrica cujo design é projetado para que os funcionários fiquem a vista de seus superiores e também para estimular a maior interação entre eles, assim como inteirá-los das etapas dos processos de produção.

Lounge area with brown sofa set, dining area and staircase leading to mezzanine in open-plan interior

Seria natural pensar que foi o visual das fábricas que invadiram a decoração de moradias residenciais, já que os funcionários de tais fábricas passavam boa parte do tempo no trabalho e talvez por isso não tivessem referências melhores para decoração.

Mas isso é um engano. Porque certamente reproduzir o visual do trabalho que consome tanto das energias durante o dia na própria casa é pouco estimulante ou saudável.

Casa invadindo a fábrica

Na verdade o que ocorreu foram as casas invadindo as fábricas. O estilo industrial contemporâneo nasceu nos EUA, específicamente em Nova Iorque. Como havia alta demanda de trabalho nas grandes cidades, mas poucas moradias próximas ao local de trabalho, empresas, corretores e trabalhadores decidiram transformar antigos galpões em lofts modernos.

Esses galpões são marcados por contar com espaços amplos, rudimentares, e com estruturas expostas. Os habitantes dessas moradias inusitadas até então, para compensar o visual fabril e para alguns toscos, decidiam incrementar o ambiente com decoração sofisticada. Promovendo a tal da mistura de clássico e novo.

Sem perceber esses trabalhadores estariam criando um estilo que fez muito sucesso a partir dos anos 1940 e mais recentemente voltou a ficar em alta.

Se até agora curtiu do que viu e leu até aqui, abaixo vamos apontar alguns elementos chaves, algumas dicas para recriar o estilo industrial contemporâneo em um espaço a ser decorado.

Saiba mais sobre o estilo industrial contemporâneo a seguir.

Confira!

Dicas de decoração estilo industrial contemporâneo

Objetos primários a mostra

Um ponto em comum do estilo industrial contemporâneo é a exposição de elementos primários na decoração. Os mais rotineiros são tijolos e pedras sem acabamento nos pisos e nas paredes. Mas não pense que se trata de um a reprodução de uma caverna ou de uma casa em construção.

Esses trechos, paredes cruamente expostas dividem espaço com outras sessões devidamente acabadas, cobertas. É uma mistura desses elementos, a busca pelo equilíbrio entre o rústico e o sofisticado, o antigo e o moderno que marcam essa relação com matérias primitivas.

Estruturas expostas

Outra particularidade associada ao estilo industrial contemporâneo é a exposição das estruturas que compõem o circuito elétrico e o encanamento. A exposição desses elementos quase que imediatamente cria uma atmosfera urbana e moderna na decoração.

Para não deixar o ambiente muito carregado com a exibição desses metais, equilibre utilizando acessórios que sejam descontraídos e injetem cores alegres, vibrantes na decoração. Isso quebrará o aspecto excessivamente rústico e fabril do espaço e introduzirá elementos modernos no décor.

Grandes dimensões

O estilo industrial contemporâneo tenta recriar o visual do ambiente que serviu de inspiração, os galpões. Esses locais são conhecidos por terem grandes espaços, planejados para integrar vários ambientes, cômodos. Praticamente não há divisórias, paredes. Sala, cozinha, quarto, copa, todos estão interligados no mesmo espaço.

Essa sensação de unidade é reforçada pelo fato de não haver paredes. São locais ideais para promover e organizar festas, seja com amigos, com familiares ou todo mundo junto e misturado.

Entradas largas

Outro conceito extraído do estilo dos galpões que se reproduz no estilo industrial contemporâneo.

Tanto as janelas como as portas desse tipo de decoração costumam ser largas e de vidro. Novamente para garantir a integração dos ambientes, mas também para permitir maior entrada da luz solar, natural.

Mudando sem mexer na estrutura

E se gostou do estilo industrial contemporâneo, mas não deseja promover mudanças radicais na casa para aderir a decoração, não tem problema. É possível emular o clima preservando a estrutura da casa.

Basta incrementar o ambiente fazendo pequenas trocas, inserindo lâmpadas e bancos de metal, por exemplo. Outra medida é aplicar papeis de parede para reproduzir o efeito de paredes de tijolos, ou de concreto, em cantos específicos.         

Um fazendo a função de dois

A integração dos ambientes promovida pelo estilo industrial contemporâneo ao não fazer uso de paredes, proporciona que determinados espaços possam acumular mais de uma função.

Como não há uma definição clara, uma delimitação de onde se situa cada cômodo, não há porquê obriga-se a especificar espaços. Faz mais sentido otimizar as áreas de modo que uma sala possa se transformar em um quarto ao surgir da noite, por exemplo. Afinal, não há entraves como deslocamento entre áreas diferentes.

Gostou deste conteúdo sobre estilo industrial contemporâneo?

Então curta, compartilhe, avalie.

Seu apoio é muito importante para nós.

Leia mais de nosso conteúdo.

Continue Reading
Você também pode gostar de...

O portal 321achei está investindo para se tornar o portal de anúncios de imóveis mais completo de todo o Brasil. O nosso objetivo é entregar a nossos usuários a mais alta tecnologia em meios de buscas, gerando assim a solução ideal para que vendedores encontrem compradores. Conte conosco para ajudar em suas negociações.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

Acesse para Comentar.

Mais em Decoração

Advertisement

Populares

Advertisement
Subir